8 plantas úteis na limpeza e cicatrização de feridas

No que diz respeito a feridas ou cortes, muitos recorrem de imediato à água oxigenada ou até a um nível mais agressivo ao álcool, quem nunca ouviu a avó enquanto soprava para a ferida num joelho dizendo “oh filha, o que arde cura!”. Mas a verdade é que nem tudo o que arde cura, nos hospitais a água oxigenada está a deixar de ser utilizada por ser agressiva para os tecidos. Existem até vários estudos de dizem que tanto a água oxigenada com o álcool acabam por atrasar o processo de cicatrização.

As feridas ou cortes são as lesões mais comuns no organismo. Em algumas pessoas, como é o meu caso a cicatrização é lenta e difícil. A utilização de certas plantas medicinais podem nos ajudar, acelerando o processo de cicatrização e a desinfecção da ferida.

Apresento-vos 8 plantas úteis, bastante comuns em Portugal que têm um elevado poder cicatrizante e anti-bacteriano, além de muitos outros benefícios para o nosso bem-estar.

  1. Camomila (Matricaria recutita)- Oferece-nos um grande poder anti-inflamatório, os capítulos florais são usados externamente em inflamações da pele, acelera a cicatrização de feridas. Podemos preparar uma infusão com as flores de Camomila, coar e fazer lavagens na área afectada.
  2. Fel-da-terra (Fumaria officinalis)– Empregue em limpeza dermatológica, dermatites e afecções da pele, ajuda a reduzir inflamações. Colocar compressas no local afetado com a infusão das flores.
  3. Milefólio (Achillea millefolium) – Quando usada externamente é considerada anti-inflamatória e cicatrizante, um verdadeiro antisséptico natural.  Contém uma substância que acelera o tempo de coagulação do sangue, ajudando a estancar hemorragias. São utilizados cataplasmas, com a infusão das flores onde é obtida uma pasta, colocar em compressas durante 15 minutos, 3 vezes ao dia.
  4. Salva (Salvia officinalis) –  O seu óleo essencial tem poder antimicrobiano. Pode ser utilizada para limpar ulceras, feridas e estancar o sangramento de feridas. Com o seu sumo, podem ser feitas pomadas ou aplicar diretamente a planta esmagada no local afetado.
  5. Calêndula ou Maravilhas (Calendula officinalis)–As suas flores têm propriedades antibacterianas e fungicidas, com um grande poder de cicatrização principalmente nas primeiras fases de evolução das feridas. Utilizado em aplicações localizadas com compressas embebidas na infusão da flor (1 colher de pétalas para uma xícara de água fervida deixar descansar por 10 minutos), quando o preparado ficar frio podemos voltar a embeber a compressas e repetir varias vezes ao dia para manter a ferida limpa. É também preparada uma pasta com as flores esmagadas e aplicada no local afetado.
  6. Aloe (Aloe vera) –  É utilizada em tratamentos de pele devido a seu forte poder contra bactérias, cicatrizante e como regenerador de células. Acelera a secagem da região afetada e a formação da casca que protege o ferimento de bactérias. Sendo indicado para feridas superficiais depois de limpas, se utilizaremos o aloe sem limparmos a zona afetada, esta fecha muito rapidamente e podem ficar detritos no interior da ferida, criando infecções. Usamos uma folha de aloe, abrindo ao meio, retiramos a seiva com uma colher e aplicamos na área afetada com uma compressa duas vezes ao dia e repetimos ate que a pele esteja boa.
  7. Malva-rosa ou Gerânio (Malva sylvestris)– o seu óleo essencial tem sido usado em fricções como antisséptico e cicatrizante. Poderosa em suavizar a irritação dos tecidos e reduzir inflamações. As folhas e flores podem se aplicadas na ferida, amassando-as até formar uma pasta ou então fazer lavagem com a infusão.
  8. Eucalipto (Eucalyptus globulus) Externamente, as folhas e o óleo essencial oferecem um grande poder antisséptico e cicatrizante.  Utilizado para lavar feridas, coloca-se água a ferver com os botões de eucalipto,  quando estiver fervida verte-se sobre as folhas durante 5 minutos, coa-se e aplica-se sobre a pele quando estiver a uma temperatura adequada.

Não posso terminar este artigo sem falar do rei da cicatrização, apesar de não ser uma planta é indispensável em qualquer casa! O MEL… Foi comprovado que a aplicação de mel sobre feridas acelera a processo de cicatrização e evita infecções.
Depois de limparmos a ferida podemos colocar uma colher e mel numa compressa e deixamos atuar, passadas algumas horas limpamos a ferida outra vez e voltamos a colocar outra camada de mel.

Boas experiências!

Advertisements

2 Comments Add yours

  1. Ana Gui says:

    Muito útil! Obrigada!

    Liked by 1 person

  2. SáDinis says:

    excelente artigo, muito útil obrigado

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s